A civilização grega: Parte I

Oii, vestibulando! Tudo certo por aí? Preparado para mais um blog? Há pouco tempo compartilhei um blog sobre as civilizações hebraica, fenícia e persa! E hoje é dia dela: a civilização grega! E não se preocupe que é só o começo! Vamos para a parte 1?

Happy Joy GIF by SpongeBob SquarePants

SURGIMENTO E LOCALIZAÇÃO

A civilização grega surgiu entre os mares Egeu, Jônico e Mediterrâneo, por volta de 2000 AC. Formou-se após a migração de tribos nômades de origem indo-europeia, como, por exemplo, aqueus, jônios, eólios e dórios. As pólis (cidade-Estado), forma que caracterizava a vida política dos gregos, surgiram por volta do século VIII a.C. As duas pólis mais importantes da Grécia foram: Esparta e Atenas.

Entre as civilizações europeias nascidas na Antiguidade, a civilização grega foi aquela que legou ao mundo ocidental elementos essenciais para a sua constituição. Foi na Grécia Antiga que apareceram, por exemplo, a concepção democrática de governo, na cidade de Atenas, e o processo de racionalização (da busca pelo “logos”, pela razão) da realidade com o método filosófico, em cidades como Mileto e Samos. A medicina ocidental também tem suas bases nos métodos dos gregos Hipócrates e Galeno.

Só aluno Explicaê Premium tem acesso ao conteúdo completo e ilimitado por menos de R$1,35 por dia.

Quero ser aluno premium

O primeiro passo para compreender a civilização grega é saber como eles próprios se compreendiam. Para tanto, faz-se necessário saber que os gregos não viviam em um país, em um Estado-Nação, tal como hoje, mas em cidades-estados independentes. O conjunto dessas cidades-Estados formava a Hélade, e os gregos eram conhecidos como helenos. As cidades-Estado eram conhecidas como poleis, plural de “pólis”, palavra da qual deriva o termo “política”.

 

EVOLUÇÃO HISTÓRICA

Período Pré-homérico

Este período foi marcado pela chegada das tribos indo-europeias e pela ocupação da Península Balcânica. Além disso, devemos lembrar que antes mesmo que a Civilização Grega se formasse, existiu a Civilização Cretense ou Minóica ao Sul da Grécia.

A origem dos cretenses é incerta, pois o pouco que sabemos sobre esse povo nos foi transmitido pelos gregos através de relatos que misturam lendas e mitos. Do pouco que sabemos, constatou-se que os cretenses viviam em cidades-estados, dentre elas a poderosa Cnossos com seu rei Minos. Nesta poderosa cidade também surgiu a lenda do Minotauro.

Tudo leva a crer que parte da população cretense migrou para a Grécia continental e fundou povoados, como Micenas, mais tarde tomada pelos invasores Aqueus. Estes eram até então nômades, mas acabaram se fixando em Micenas, resultado na fusão com os cretenses que ali habitavam. Essa mistura deu origem a um terceiro povo, denominado de Creto-micênicos. Muito tempo depois, toda a Civilização Cretense foi exterminada pelos gregos.

Período Homérico (séculos XII a.C. a VIII a.C.)

O Período Homérico recebe esse nome em razão dos poemas de Homero: a Ilíada e a Odisseia. A Ilíada narra a Guerra de Tróia e a Odisseia narra as aventuras de Ulisses.

Durante esse período, as comunidades aldeãs formadas pelos povos indo-europeus que colonizaram o território grego evoluíram até atingir a condição de cidade-estado.

 

Comunidade Gentílica: Nessas comunidades, a terra ainda era coletiva e não havia desigualdade social. Os génos eram governados pelos patriarcas, denominados Basileus. Com o passar dos anos, essas comunidades uniram-se para aumentar a produção agrícola ou a defesa de seus territórios. Quando chegaram a condição de cidade-estado, a terra deixa de ser coletiva, provocando as desigualdades sociais.

Período Arcaico

Esse período caracteriza-se pelo processo de consolidação das cidades-estados. As pólis gregas acabaram evoluindo em dois modelos. Um democrático, tradicionalmente representado pela cidade de Atenas e outro militarista, representado pela cidade de Esparta.

As vezes rivais e embora independentes, as cidades gregas apresentavam certa unidade cultural (língua, crenças religiosas e jogos olímpicos). Diante de ameaças estrangeiras chegavam a se unir para defender a Hélade (nome pelos gregos para seu território).

 

ATENAS

Ilustração da Ágora: praça pública onde discutiam as questões políticas

A Sociedade Ateniense

Cidadãos: Eupátridas. Demiurgos, Gergóis e Thétas

Estrangeiros: Metecos

Escravos

 

Evolução Política de Atenas (até chegar a democracia): 

Monarquia: Vigorou até meados do século VII a.C. O monarca (Basileu) era assistido pelo Conselho de Anciãos (Areópago). A monarquia foi deposta por uma revolta popular.

Arcontado (Oligarquia): Implantada pelo antigo Conselho de Anciãos. Esse grupo de aristocratas nomeava um Legislador (espécie de 1º Ministro) para criar leis e governar a cidade. Os legisladores mais importantes foram Drácon e Sólon.

Drácon: criou as primeiras leis escritas. Seu código de leis era caracterizado pela rigidez.

Sólon: ampliou a legislação escrita, destacando-se a proposta de se criar uma Assembleia Popular (Bulé). Também propôs dividir a sociedade pela renda do cidadão, o que valorizaria a classe dos comerciantes demiurgos. Sólon foi deposto por um golpe militar.

Tirania: Foi exercida por usurpadores, a exemplo de Psístrato, grande tirano que tomou o poder em 561 a.C. apoiado pelo partido popular. Os tiranos alteraram o serviço militar obrigatório (Eufébia) de 2 anos para 12 anos, deixando a aristocracia descontente.

Democracia: Implantada por Clístenes, líder do Partido Democrático, esse regime pretendia atenuar as desigualdades, pois permitiria que qualquer cidadão se manifestasse em praça pública (Ágora) e propusesse leis. No entanto, devemos ficar atentos que a cidadania era restrita aos homens livres, descendentes dos fundadores da cidade de Atenas. Mulheres, estrangeiros e escravos estavam excluídos da cidadania e, consequentemente fora da democracia.

Clístenes, criou o Ostracismo, como mecanismo de preservação da democracia, pois bania por 10 anos qualquer cidadão que atentasse contra o regime.

Durante o governo do Legislador Péricles a democracia foi ampliada, pois chegava a remunerar cidadãos pobres para que fossem a Ágora discutir politica.

Por hoje é só, amadinhos!! Na próxima parte vamos detalhar os tipos de democracia e conhecer mais sobre a civilização grega! Beijinhos e até a proxima <3

 

Leaving Spongebob Squarepants GIF

Compartilhe esse post