“Não passei no vestibular e não sei o que fazer a partir de agora” — se esta é uma frase com a qual você se identifica, temos uma notícia para lhe dar: você não é o único nessa situação. Todos os anos diversos estudantes enfrentam a decepção de não ter o resultado que esperavam e se sentem num beco sem saída.

Isso se deve, principalmente, ao medo de não ingressarem no ensino superior e nem alcançarem o futuro profissional que desejam. Porém, saiba que nem tudo está perdido como pode parecer em um primeiro momento. E é justamente para provar isso e mostrar como sacudir, levantar a poeira e dar a volta por cima que reunimos algumas dicas fundamentais para este momento. Acompanhe!

Não fique na deprê por muito tempo

É natural ficar um pouco cabisbaixo e até se sentir frustrado ao não passar no vestibular de primeira. Afinal, você é humano, não uma máquina, não é mesmo? Porém, nada de ficar na deprê por muito tempo! Além de ser um comportamento negativo que afeta a você e quem está ao seu redor, martirizar-se por conta disso não vai mudar em nada o resultado obtido.

Tenha em mente que o fato de não ter ingressado dessa vez no ensino superior não significa que as suas chances de se graduar acabaram e que é, de certa forma, “fim de linha” para você. Ao contrário, você está saindo do ensino médio e ainda terá inúmeras oportunidades para entrar em uma universidade.

Esse primeiro Enem ou outro vestibular que tenha feito pode ser, inclusive, considerado como uma primeira experiência para entender, na prática, como funciona todo o processo e se familiarizar com ele. Ou seja, em uma próxima edição desses exames, você estará muito mais preparado e apto a dar o melhor de si. Portanto, nada de desespero, ok?

Procure por histórias de pessoas que fizeram várias tentativas

Sim, você não leu errado. Use a internet a seu favor e pesquise por histórias de outros estudantes que, assim como você, não passaram de primeira. No YouTube, por exemplo, não faltam vídeos (ou mesmo canais) de pessoas que compartilham as próprias histórias e mostram como uma nota abaixo do esperado não as desestimularam de seguir em frente.

Para se ter ideia, há inúmeros casos de estudantes que tentaram não apenas duas ou três vezes, mas várias até obter a tão sonhada aprovação. Em meio a esses relatos, você confere sugestões de como lidar com a cobrança da família, a pressão dos amigos e a ansiedade por um resultado positivo.

De quebra, alguns ainda reúnem dicas que adotaram à época como vestibulandos para potencializar o aprendizado e a disposição para os estudos e que podem ser úteis para você, como rotina de sono adequada, planejamentos de conteúdo semanal e mensal, alimentação saudável, técnicas que regulam os horários (como a pomodoro), etc.

Analise os seus erros

Outra dica importante é promover uma espécie de retrospectiva dos vestibulares que você fez e analisar o que você errou. Para isso, colete todas as provas e os respectivos gabaritos delas. Depois, identifique as questões erradas e os conteúdos que elas abordam.

Por fim, monte uma planilha com todas as matérias em colunas e preencha-as com os temas que você teve dificuldade. Para ajudar a colocar essa ideia em prática, veja o nosso exemplo abaixo:

  • português — figuras de linguagem, gêneros textuais, semântica, etc;

  • história — nazismo, Brasil Colônia, ditadura militar, inquisição medieval, etc.

  • matemática — geometria, estatística, probabilidade, equações do 2º grau, etc;

  • biologia — embriologia, botânica, fisiologia, biomas, citologia, etc.

Embora possa levar mais tempo do que você deseja para concluir essa atividade, acredite: ela vai ser fundamental para os seus futuros estudos. Afinal, isso vai permitir que você não apenas identifique quais são seus atuais pontos fracos, como também possa trabalhá-los e se aperfeiçoar nesses conteúdos para os próximos exames.

Tire um tempo para descansar

Além das dicas anteriores, aproveite para tirar um tempo para descansar. Essa pausa, que pode ser de dias ou semanas, vai permitir que você recupere as energias, acabe com a fadiga mental causada pelo estresse e ansiedade e possa processar com mais maturidade o que, de fato, significa não ter alcançado uma aprovação no vestibular.

Além disso, esse período serve como oportunidade para você rever seus objetivos, estabelecer novas metas, pensar sobre a futura carreira e muito mais.

Portanto, invista nesses momentos de autoconhecimento e, claro, não abra mão de se divertir com seus amigos, paqueras e família. Afinal, ao regressar desse tempo de descanso você vai focar 100% em seus estudos para garantir uma excelente nota nas provas do próximo ano!

Aposte em alternativas para turbinar o seu aprendizado

Uma vez que você seguiu todas as nossas dicas até aqui e já se encontra renovado para um novo ciclo de estudos, é hora de buscar alternativas que turbinem esse processo e afastem de uma vez por todas o fantasma do “não passei no vestibular”.

E não se deixe enganar: não é porque estamos falando de estudar que seu aprendizado precisa ser maçante e pouco motivacional. Você pode (e deve) deixá-lo mais divertido, animado e leve, pois isso aumenta tanto o seu interesse quanto a identificação com os conteúdos. “E como fazer isso?”, você deve estar se perguntando.

Bem, a resposta é simples: por meio de um portal de educação online que reúna videoaulas, tira-dúvidas, exercícios, simulados, correções de redação e muito mais para que você esteja em constante progresso e capacite-se tanto para o Enem quanto para demais vestibulares.

Como você viu, a frase “não passei no vestibular” é dita com muito mais frequência do que se imagina. Por isso, não se sinta fracassado porque a sua primeira tentativa não ocorreu como o esperado. Ao contrário, siga as nossas dicas e se prepare para no próximo ano mandar ver em qualquer exame que realizar!

E se você quiser saber mais sobre como garantir sua aprovação e o início do seu futuro profissional por meio de um portal de educação realmente eficiente, entre já em contato com a gente e vem para o nosso mundo! 

Comentários