Olá, vestibulandes! Hoje vamos desenvolver muita coisa neste blog. D-E-S-E-N-V-O-L-V-E-R! Vocês sabem o que é isso, certo? Então, nos episódios anteriores, falamos sobre como a introdução deve ser organizada. Que tal aprender a como escrever o desenvolvimento na redação do Enem? Vamos lá, então!

 

prestando-atencao

 

É fundamental que vocês leiam o blog anterior para dar sequência ao que trabalharemos juntos aqui. Como vimos, uma boa introdução já antecipa um pouco do que virá nos desenvolvimentos.

D-E-S-E-N-V-O-L-V-I-M-E-N-T-O-S? Isso mesmo, temos dois lindos parágrafos para apresentar nossos argumentos, desenvolvê-los, mostrando qual a relação que têm com o tema, e de forma consistente provar, com o uso de estratégias argumentativas, nosso ponto de vista.

Os desenvolvimentos são a maior parte do nosso texto, quantitativamente, já que são os espaços destinados à defesa, com argumentos e provas, da nossa TESE. Assim, é fundamental planejar bem o texto, com um projeto/esquema/roteiro, para organizar a sequência lógica que será seguida, oferecendo fluidez e clareza à redação.

Cada parágrafo deve ser organizado com foco em uma ideia central, que nos desenvolvimentos é chamada de tópico frasal. Ele geralmente vem na primeira frase do parágrafo e apresenta o problema 1 citado na introdução roteiro.

Seguir essa sequência ajuda bastante na organização das ideias, na clareza e na compreensão do texto, pois apresenta imediatamente ao corretor/leitor o que será tratado no parágrafo, de forma relevante para mostrar a consistência exigida nesse tipo textual.

Em seguida, é imprescindível mostrar como o problema/a ideia apresentado/a está diretamente relacionado/a ao tema em questão. Isso explicará o motivo da seleção do argumento e ajudará na relação e na organização das ideias, importantes elementos avaliados na competência III do ENEM.

E os períodos que seguem o tópico frasal são destinados a essa explicação. Geralmente o segundo, o terceiro e/ou quarto períodos, depende do tamanho do seu parágrafo. Ah, é importante lembrar que temos 30 linhas para fazer os quatro parágrafos, por isso devemos dividir bem essas partes. Tudo bem até aqui, bb?

 

sim-sim-sim

 

Logo após desenvolver a ideia central, é preciso apresentar as estratégias argumentativas para fundamentar a argumentação. Essas estratégias são o conhecimento de mundo particular que vocês constroem durante toda a vida.

Chamamos esse conhecimento de repertório. É muito importante usar áreas de conhecimento, como História, Filosofia, Sociologia e Literatura, Artes e tantas outras ajuda a dar consistência ao argumento apresentado, além de ser uma exigência para fechar a pontuação da competência II.

Por esse motivo, é sempre bom ampliar seu conhecimento de mundo, enchendo a mala de bagagem. Mas atenção à escolha do repertório, que deve ser legitimado, pois ele precisa ser legítimo, como o próprio nome diz, e aceito no cenário global. Além disso, precisa ser produtivo, ou seja, não pode ser jogado no texto, ele precisa ser bem relacionado ao tema e ao argumento selecionado.

Por último, é necessário finalizar o parágrafo. Para tanto, pode-se retomar a ideia central e fazer uma relação direta com o que falta, o problema, já pensando e preparando o terreno para a solução. Não podemos esquecer que a solução deve estar articulada ao argumento.

Ademais, é pertinente seguir o planejamento de texto, apresentar o problema na introdução, desenvolver na argumentação e solucionar na conclusão. Se essa lógica for alterada, pode haver falha no projeto, o que implica penalização na competência III.  Assim é importante lembrar do roteiro traçado estrategicamente e, caso seja necessário, fazer alterações em todo o texto.

Outra observação fundamental está na relação que deve ser estabelecida entre os parágrafos de desenvolvimento. Eles devem ser selecionados para juntos defenderem um ponto de vista em comum, que deve ser muito bem organizado.

Por isso, escolher os conectivos também é extremamente relevante, pois se o uso for feito de forma inadequada, haverá um imenso prejuízo no entendimento e na defesa do ponto de vista. Depois de organizar os dois desenvolvimentos, voltem e leiam com atenção o que foi escrito. Vocês são os primeiros corretores do seu texto. Analisem se apresentaram problemas, se desenvolveram, se provaram e, mais, se conseguirão resolvê-los.

Caso vocês descubram a tempo que escolheram problemas de difícil solução, ainda pode haver mudança e solução adequada para outros problemas que, com certeza, contribuem para a discussão em questão.

Agora que vocês já sabem como organizar os desenvolvimentos, vamos analisar tudo isso na prática. Preparados?

Lembram da Introdução roteiro por alusão histórica, apresentada no anterior a este, da redação nota 1000 de Amanda? Então, vamos observar os dois problemas trazidos nela e analisar se foram bem desenvolvidos no texto. Simbora!

 

introducao-redacao-amanda

 

Problema 1 – concentração das salas de teledramaturgia em regiões mais desenvolvidas economicamente

 

problema-um

 

Problema 2 – exorbitantes preços dos ingressos e alimentos, vendidos com exclusividade pela empresa proprietária

 

problema-dois

 

Destaquei o tópico frasal de cada um para vocês. Que tal acharem o desenvolvimento da ideia, as provas e a finalização? Vejam também se os parágrafos estão bem relacionados e se são consistentes. Está lançado o desafio! Arrasem, bbs!

 

drag-pronta-arrasar

 

Para vocês arrasarem ainda mais e passarem no curso que desejam, na instituição que tanto querem, faço as vocês a seguinte perguntar? Quer garantir 20% de desconto em todos os planos do Explicaê?

Então clique no botão abaixo e não deixe essa oportunidade passar! haha

cupom-desconto-20-porcento
Comentários