Fala, galera! Hoje o tema é Modernismo, assunto top da área de Literatura no Enem!

 

Mas calma, é bem de boas também. Então, fica de olho e vem comigo. 😉

 

O modernismo foi o principal movimento artístico brasileiro do século XX, se tornando um verdadeiro marco, principalmente na literatura.

 

Com uma visão transgressora em relação ao tradicionalismo literário anterior, diversos artistas brasileiros deram início ao movimento cultural na busca por liberdade de expressão, experimentalismo, subjetividade da obra, entre outras características.

 

Além da literatura, o modernismo também influenciou outras áreas, como a arquitetura, o design, a escultura, o teatro e a música.

 

Semana da Arte Moderna

semana arte moderna

É my friend. Você também já deve saber que falar de modernismo sem citar a semana da arte moderna é impossível.

 

Um evento que aconteceu em São Paulo, entre os dias 13 e 18 de fevereiro de 1922, representando um divisor de águas no movimento cultural.

 

A Semana da Arte se tornou um marco, por apresentar os principais nomes artísticos do movimento, além de desenvolver um debate sólido sobre as novas questões estéticas.

 

Entre seus organizadores, estavam Guilherme de Almeida, Paulo Prado e Godofredo Silva Teles, além dos poetas Mário e Oswaldo de Andrade,  que juntos com Manoel Bandeira, formaram a tríade modernista.

 

As fases do modernismo

 

O modernismo foi dividido em três fases, das quais se deve levar em consideração seu momento histórico, os principais representantes da época e suas características.

 

Primeira fase do modernismo – geração de 22

Tarsila do Amaral. Abaporu (1928)

Inicia com a semana da arte moderna, conhecida também por Fase heróica.

Busca um compromisso mais sólido dos artistas com a renovação estética e tem como intuito chocar. 

Por este motivo, a linguagem literária cria um rompimento com a tradicional. Incluindo, por exemplo,  a liberdade formal, a valorização do cotidiano, reescritura de textos do passado, etc.

É nesta fase que surgem movimentos importantes, como o Pau-Brasil, Antropófago e Verde-Amarelismo.

Principais autores:

 

Literatura:

  • Mário de Andrade; 
  • Oswald de Andrade; 
  • Menotti del Picchia; 
  • Cassiano Ricardo; 
  • Raul Bopp; 
  • Ronald de Carvalho; 
  • Antônio de Alcântara Machado; 
  • Manuel Bandeira 
  • Anita Malfatti

 

Artes Plásticas 

  • Anita Malfatti; 
  • Victor Brecheret; 
  • Di Cavalcanti; 
  • Anita Malfatti; 
  • Heitor Villa Lobos;

 

Cenário Histórico

  • República café com leite: crises sociais e marasmo político e cultural; 
  • Primeira Guerra Mundial (1914-1918); 
  • Centenário da Independência (1822 – 1922); a grande influência da mão-de obra imigrante e o intercâmbio cultural trouxeram as Vanguardas; 
  • 1922, a revolta do Forte de Copacabana e a fundação do Partido Comunista Brasileiro; o triunfo da Revolução de Outubro de 1930,dando fim à República Velha;

 

Principais características do modernismo primeira fase

  • Corresponde à Semana de Arte Moderna em 1922, em São Paulo; 
  • Impor-se contra o Naturalismo, Parnasianismo e Simbolismo ainda vigentes: uso do verso livre, culto ao folclórico e ao cotidiano, desvairismo, 
  • Experimentação vanguardista; 
  • Paródias do Quinhentismo, do Romantismo, do Parnasianismo; 
  • Primitivismo nacionalista, com grupos nacionalistas conservadores (Verde-amarelo, Anta) e anárquicos (Pau-Brasil e Antropofagia); 
  • Revistas, manifestos, manifestações públicas; 
  • Chocar o público: romper o marasmo cultural, artístico com a produção poética com mais destaque;

 

Modernismo segunda fase – geração de 30

Candido Portinari. Os retirantes (1944)

Conhecida como fase de Consolidação, têm como característica o predomínio da prosa de ficção.

Os ideais difundidos na fase anterior se espalham e redefinem a linguagem artística, se unindo os interesses pelas temáticas nacionalistas. 

Ocorre o amadurecendo dos autores da primeira e surgem grandes poetas, como Carlos Drummond de Andrade.

Principais autores

 

Prosa de Ficção 

  • José Américo de Almeida; 
  • Rachel de Queiroz; 
  • Graciliano Ramos; 
  • José Lins do Rego; 
  • Érico Veríssimo; 
  • Marques Rebelo; 
  • Jorge Amado; 
  • Amando Fontes; 
  • Dionélio Machado; 

 

Produção Poética 

  • Carlos D. de Andrade; 
  • Cecília Meireles; 
  • Jorge de Lima; 
  • Murilo Mendes; 
  • Mário Quintana;

 

Principais características do modernismo na segunda fase

  • Com maior destaque que na 1ª fase modernista; 
  • Neorrealismo – caráter documental da paisagem, costumes, falas e tipos populares; 
  • Marxismo – a arte só tem valor se for engajada ou participativa: denunciar a opressão política, a desigualdade e atraso sociais, a crise econômica; 
  • Neorregionalismo – sem o pitoresco e exótico do Romantismo; foco no Nordeste; Produção Poética 
  • Poesia surrealista, espiritualista, católica, neossimbolista: exceto Drummond; 
  • O “eu” poético X o mundo (social, arte, poesia, cotidiano, existência) 
  • Retorno Acabamento formal (rimas, estrofes, métrica) ao lado do verso livre. Em 2

 

Terceira fase do modernismo – geração de 45

bichos, 1965 - Lygia Clark

Continua a sequência das tendências da segunda fase da prosa urbana, intimista e regionalista. Agora com uma renovação formal.

Surge o grupo de escritores conhecidos como “geração 45” ou neparnasianos, que procuram equilibrar a poesia, deixando elas mais sérias. 

Principais autores

 

Prosa de Ficção 

  • João Guimarães Rosa; 
  • Clarice Lispector;
  • Lygia Fagundes Teles;
  • Marina Colassanti;
  • Osman Lins;
  • Raduan Nassar;
  • João Ubaldo;
  • Rubem Fonseca 

 

Produção Poética

  • João Cabral de Melo Neto;
  • Ledo Ivo;
  • José Paulo Paes;
  • Concretismo;
  • Ferreira Gullar;

 

 Teatro

  • Nelson Rodrigues;
  • Augusto Boal;
  • José Celso Martinez;

 

Cenário Histórico

 

  • O fim da Segunda Guerra, em 1945: bomba atômica sobre as cidades japonesas de 
  • Estados Unidos versus União Soviética, ou capitalismo versus socialismo: Guerra Fria; 
  • Os presidentes que sucederam Getúlio, merece destaque a figura de Juscelino Kubitschek, anos 50: construção de Brasília; 
  • A década de 60 é marcada pelo Golpe Militar no ano de 1964: o presidente João Goulart cai; 
  • O ano de 1968 ficou conhecido pela instituição do Ato Constitucional Número 5: censura;

 

Principais características do modernismo na terceira fase

  • Existencialismo – visão universal, reflexões metafísicas sobre a existência; 
  • Fluxo de consciência – monólogo interior, epifanias, ruptura com o enredo linear;
  • Profusão da crônica em detrimento do romance; 

 

Produção Poética 

  • Formalismo – exploração da forma, do aspecto visual do texto e semântico; 
  • Vanguardismo – o Concretismo e o Neoconcretismo; 

 

Teatro 

  • A peça Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, inicia o Modernismo no teatro brasileiro;
  • Engajamento social, como no romance da Geração de 30;

 

Mapa mental: Modernismo para salvar pro Enem

 

Mapa mental modernismo

Quer uma dica? Imprime o mapa e já gruda ele na parede do quarto!! ahahah

 

Conteúdo show de bola, para você não se perder no modernismo e já ir colocando em prática nos seus dias de estudos em em casa.

 

Ah, mas e aí? Por que você não vêm com a gente e aprende um pouquinho mais sobre o assunto?

 

Nossos professores estão de braços abertos para te dar aquela força que você só encontra aqui, no Explicaê! 😉

Comentários