Era uma vez um jovem chamado Pedrinho, com seus 15 anos de idade é proclamado imperador do Brasil, no ano de 1840. (Penseeee…)

 

E assim inicia o Segundo Reinado. Assunto que cai no Enem e tem muita, muita história pra contar 

 

Partiu? 

 

É bom lembrar o contexto. É que naquele tempo o Brasil já vinha de momentos muito turbulentos, pois em 1831, Dom Pedro I havia abdicado o trono em nome de seu filho (o Pedrinho, que tinha 5 anos de idade???).

 

Com isso, o Brasil viveu um período Regencial comandado por brasileiros, porém esse período foi bem agitado, com diversas revoltas como: Farroupilhas, Cabanagem, Balaiada, entre outras.

 

E é nessa doideira toda que Pedro de Alcântara (o Pedrinho) com 15 anos de idade, se torna Dom Pedro II, imperador do Brasil, no ano de 1840.

 

 Graças claro, a uma articulação de políticos liberais que já estavam cansados de tanta revolta e clamavam por uma nova Constituição.

 

(Aiai, imagina eu, 15 anos, imperatriz, eita pera,)

 

É meus querides, como podem imaginar nem tudo são flores, logo no início foi maracutaia política atrás de maracutaia.

 

Eleições legislativas fraudadas por ministros liberais de um lado, conhecida como “eleições do cacete”, conservadores loucos da vida do outro.

 

Aí com novas eleições feitas e agora são fraudadas pelos ministros conservadores.  (ahahha, é pra rir mesmo meus anjos). 

 

Uma hora um cai, outra hora é outro. E assim por diante vai se dando a disputa do Partido Liberal e Conservador durante todo o Segundo Reinado. 

 

E que vale a pena dar uma olhada, não só para dar muita risada, mas também para ficar bem na fita com o Enem, né meu bem!

 

E como a história é longa, eu resolvi facilitar um pouco mais para você estudar em casa, e te passar o que mais cai no Enem sobre este assunto.

 

Let’s go babyyyyy!!

 

Assuntos que mais caem no Enem sobre o Segundo Reinado

 

1 – Os conflitos sobre a Escravidão

Os conflitos sobre a Escravidão

É importante ficar ligado sobre a importância do escravo como mão de obra e sua grande contribuição cultural.

 

Além das festas religiosas que demonstram o sincretismo religioso e as formas de resistência, bem como o movimento abolicionista.

 

Deste assunto também vale estudar em casa sobre:

  • O fim do tráfico de escravos (1850): Acontece com a criação da Lei Eusébio de Queiroz, após diversas pressões internacionais, principalmente por parte da Inglaterra.

 

  • Abolicionismo: As pressões externas continuam e surgem dentro do país diversos grupos abolicionistas com jornais e atos contra a escravidão, como os caifases na década de 1880, homens livres que organizavam fugas escravas. 

 

Diante da demanda o congresso aprova a Lei do Ventre Livre em 1871 e a Lei dos Sexagenários em 1885.

 

  • A abolição no Ceará e no Amazonas: A abolição se torna inevitável e as províncias começam a dar os primeiros passos. Caso do Ceará e Amazonas em 1884. 

 

  • A criação da Lei Áurea: Após afastamento do monarca, sua filha Isabel, manda para o congresso o projeto de fim da escravidão sem indenização para os proprietários em 13 de maio de 1888.

 

Essa lei criou muita revolta, principalmente entre fazendeiros do Vale do Paraíba, que da noite para o dia se tornaram republicanos. 

 

2 – Guerra do Paraguai e suas consequências

2 - Guerra do Paraguai e suas consequências

Após o ditador paraguaio, Francisco Solano Lopes, buscar conquistas de terras na região da Bacia do Prata, acaba criando um problemão para sua cabeça, resultando em uma guerra dentro da América do Sul, entre 1864 e 1870. ((Eitcha treta..)

 

Nesta guerra, Brasil, Argentina e Uruguai criaram uma Tríplice Aliança e lutaram contra o ditador paraguaio, e o venceram (apesar do Brasil ter ficado sozinho no final, por 4 longos anos).

 

O fim da guerra se dá com a morte do ditador, Francisco Solano Lopes, em Cerro Cora no ano de 1870.

 

O custo da guerra para o Paraguai foi a morte de 95% da população masculina adulta do país e a perda de 40% do seu território, que foi anexado na Argentina e Brasil.

 

Ao todo foram mais de 300 mil mortes. Para o Brasil o prejuízo financeiro foi muito alto devido ao custo da guerra. Ocorreu o fortalecimento do Exército e levantou a questão da escravidão.

 

3- O poder do café

O poder do café

Sua produção em larga escala só ocorreu no início do século XIX. Inicialmente cultivado no Vale do Rio Paraíba do Sul, no litoral fluminense, com a utilização de mão de obra escrava. (Taí porque se revoltaram contra a lei Áurea. :/)

 

A partir de 1850, o café chega ao Oeste paulista, região de clima, terra e solo favoráveis. Graças às condições desta região, o Brasil se torna o maior produtor e exportador de café. 

 

4- Os fatores que conduziram à Proclamação da República

4- Os fatores que conduziram à Proclamação da República

Durante sua estadia no trono, Pedrinho ocasionou vários problemas, (como vocês viram nos tópicos anteriores), claro que os poderosos da época não deixariam barato e seu Reinado estava com os dias contados.

 

E os principais fatores foram:

 

  • O descontentamento da Igreja Católica devido às interferências de D. Pedro II nas decisões eclesiásticas.
  • O descontentamento dos oficiais do Exército Brasileiro, que estavam impedidos de se manifestarem. publicamente nos periódicos as críticas contra à monarquia.
  • Os grandes proprietários que ficaram bem chateados com a criação da Lei Áurea, se voltam contra o Regime, para buscar maior poder de decisão na política.
  • E a classe média urbana, que encontrava empecilhos no alcance de maior liberdade econômica e na participação política no sistema imperial.

 

E.. em 15 de novembro de 1889, um golpe de estado político-militar leva o Brasil para uma República Federativa Presidencialista.

 

Desta forma, Marechal Teodoro da Fonseca se torna o primeiro presidente da República! 

 

Daqui pra frente é assunto para outra hora bbs. 

 

Mas e aí, que história em!

 

E como eu adoro fixação de conteúdo para você estudar em casa, segue um exercíciozin… (gabarito no finzinnn!)

 

(UNISC) A desigualdade social que permeia a sociedade brasileira está umbilicalmente vinculada à escravidão que foi a base do sistema escravista. O tráfico negreiro no Brasil perdurou do século XVI ao XIX.  Além de receber o maior contingente de africanos escravizados (cerca de 40% do total), o país foi a última nação americana a abolir a escravidão. Oficialmente, a extinção do tráfico negreiro ocorreu através da: 

 

(A) Lei do Ventre Livre. 

(B) Lei dos Sexagenários. 

(C) Lei Eusébio de Queirós. 

(D) Lei Nabuco de Araújo. 

(E) Lei Bill Aberdeen.

 

Olhaaaa meu amor, se você leu, tu sabe em! por GOD!!  haahahah

 

Quer uma dica saudável? Tome água e guarde esse conteúdo no coração, pois faz parte dos assuntos que mais caem no Enem.

 

E está procurando um curso online para estudar no Enem? Então que tal conferir o nosso curso online grátis, que está cheio de conteúdo bacana. E as aulas você confere no nosso canal do Youtube.

 

E pleaseee, não esqueça de se inscrever para receber as atualização. 🙂

 

E óh, clica no botão abaixo para receber o cronograma de estudo do curso, é 100% gratuito e vai te dar aquela força no Enem!

baixar cronograma curso

 

GABARITO: C

Comentários