Fala, meus querides! Já vou pedindo para você pegar caderno e caneta para anotar tudo no seu caderno de estudos.

 

Afinal, ligações químicas é um dos assuntos que mais caem no Enem!

 

Além disso, é a parte da química que aborda a união dos átomos para formar substâncias químicas.

 

Então, bora aprender um pouco mais sobre o assunto?

cupom desconto vimdoblog

O que é a Regra Octeto?

O que é a Regra Octeto

 

Antes de partimos para os tipos de ligações químicas, algo importante que você precisa compreender é sobre a regra do Octeto, desenvolvida por Kossel e Lewis.

 

Nas condições ambientais, os gases nobres são constituídos por átomos isolados, o que indica a grande estabilidade química da família (pouco reativos). 

 

Porém, os átomos dos demais elementos seguem um rumo contrário, atraindo-se e atraindo os átomos de outros elementos também.

 

Dessa forma, eles formam conjuntos suficientemente estáveis de moléculas ou de agregados iônicos. 

 

As forças de união que mantêm os átomos unidos, tanto nas moléculas quanto nos agregados são, fundamentalmente, de natureza elétrica.

 

Segundo os químicos Kossel e Lewis, “os átomos se unem entre si para que cada um deles alcance a configuração estável do gás nobre mais próximo na Tabela Periódica”.

 

Portanto, os elementos representativos, em sua maioria, seguem essa regra. 😉

 

O que são e quais os tipos de Ligação Química?

qual importância e os tipos

 

Então, como eu disse, ela é a parte da química que cuida das uniões dos átomos.

 

Essas ligações são feitas quando os átomos dos elementos químicos são combinados uns com os outros. 

 

Assim, por meio dessas combinações, fazem o átomo se tornar uma molécula ou uma substância básica de um composto.

 

Existem três tipos de ligações químicas.

 

1-  Ligação Química Iônica ou Heteropolar

ligação química ionica

 

Chamadas também de ligações eletrovalentes, trata-se das uniões de metais e elementos eletronegativos, como os ametais e o hidrogênio.

 

Essa união faz com que os mentais percam elétrons, transformando-os em cátions.

 

Enquanto isso, os ametais e o hidrogênio modificam-se para ânions, que são íons negativos.

 

Para você ter uma ideia, a transformação para compostos iônicos os faz ter alto ponto de ebulição e se tornarem condutores de corrente elétrica no estado líquido.

 

Um exemplo de substância iônica é o KBr.

 

Segue esse resumo para você guardar e entender mais um pouco! 😉

ligação iônica

 

 

2 – Ligação Química Covalente ou Molecular

ligação química covalente

 

Diferente das ligações iônicas, a ligação covalente acontece através do compartilhamento de elétrons.

 

Isso acontece devido à baixa diferença de eletronegatividade dos elementos envolvidos e, dessa forma, eles permanecem estáveis, seguindo a regra octeto.

 

Essas ligações acontecem, por exemplo, nas cadeias carbônicas, e suas diferenças determinam se a ligação é polar ou apolar.

 

Entenda melhor a seguir:

ligação química covalente

 

Vale ressaltar que as substâncias moleculares não são boas condutoras, exceto os Ácidos, mas só se estiverem em solução aquosa(aq).

 

A forma como os átomos de uma molécula estão dispostos no espaço se chama geometria molecular. 

 

Ela funciona da seguinte forma:

 

  • 2 átomos: linear
  • 3 átomos: linear (quando não sobram elétrons no átomo central) ou angular(quando sobram elétrons no átomo central).
  • 4 átomos: trigonal plana (quando não sobram elétrons no átomo central) ou trigonal piramidal (quando sobram elétrons no átomo central). 
  • 5 átomos: Tetraédrica.

 

3 – Ligação Química Metálica

ligação química metálica

 

A ligação química metálica é aquela que acontece entre os metais alcalinos, metais alcalinos terrosos e metais de transição.

 

Por isso, quando ocorre a união dos átomos desses elementos, formam-se o que conhecemos como ligas metálicas.

 

Sua principal diferença está na movimentação dos elétrons. Esse movimento faz com que os materiais metálicos se tornem bons condutores elétricos e térmicos, em estado sólido.

 

ligação química metálica

 

Agora, bora de exercício para dar aquela treinada. Gabarito no final. 😉

 

1 – (IFSUL) O nitrogênio gasoso, N2, é o gás mais abundante no ar atmosférico, já o nitrogênio líquido é utilizado em cirurgias a baixas temperaturas. Qual alternativa corresponde à geometria e ao tipo de força intermolecular nas moléculas do nitrogênio líquido? 

(A) Linear e dipolo induzido. 

(B) Angular e dipolo induzido. 

(C) Linear e dipolo permanente. 

(D) Angular e dipolo permanente.  

 

T SHIRT EXPLICAE

 

É isso, galera! Uma passada rápida nos pontos mais importantes dos principais pontos de ligação química para o Enem.

 

Mas quer aprender mais um pouco? Então, assista agora a um aulão show sobre Ligação Química, que está no nosso canal do Youtube.

Aproveite também para se inscrever e acompanhar as aulas do melhor cursinho on-line do Brasilll!!! Fica a dica! hahaha

 

 

Espero que tenha gostado! E, se você já chegou até aqui, quero lhe dar mais um incentivo para ficar de vez com a gente.

 

Assine nossa plataforma de educação utilizando o cupom VIMDOBLOG e ganhe um descontão!

 

Vem com a gente que é sucesso!!!

 

GABARITO: A

Comentários