ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO, 02 JANEIRO 2019

Matemática costuma ser a implantação do caos na vida de muitos estudantes, onde o monstro de 7 cabeças acaba se tornando fichinha perto dela. E, por este motivo, costuma originar pequenas crises existenciais antes dos simulados e é a principal matéria para aquela “revisadinha” salvadora antes da prova com aquela amiga que parece o Pitágoras em pessoa.

Mas se você compartilha dessa dificuldade, relaxe, pois os seus problemas acabaram! O Explicâe preparou umas dicas super bacanas para você fixar de vez as matemáticas da vida, ihulll. Vem com a gente, prometo que você nunca mais a verá do mesmo jeito. 

Segue então as 7 dicas bafônicas para você estudar matemática e se dar bem nas provas.

 

1. PLANO DE ESTUDOS INDIVIDUALIZADO É MÁGICA MEU BEM

Queridx, o plano de estudos individualizado é praticamente o milagre que qualquer estudante precisa na vida. Pensa só, ele serve para todas as matérias e cria uma boa rotina de estudos, aumentando sua produtividade. E no caso da matemática, não é diferente, ele vai te auxiliar na organização para cumprir tarefas e prazos, dando um empurrãozinho na finalização de exercícios, na revisão de matérias e na fixação de conceitos.

Para isso, você só precisa criá-lo a partir de algumas etapas. Dá só um visu:

  • Separe as ferramentas de organização como planilhas no Excel, Google Agenda, agendas físicas ou um planner;
  • Escreva as tarefas fixas e compromissos semanais;
  • Dentro das lacunas que restaram, defina os horários de estudo para cada matéria, seguindo as aulas, datas de provas e períodos de entrega.

Mas ó, faça toda esta divisão com bom senso e procure montar um cronograma equilibrado, considerando que:

  • Assuntos de maior dificuldade precisam de mais tempo livre para estudo;
  • Exercícios com prazo devem ser bem divididos para não sobrecarregar o dia anterior à entrega;
  • Vestibular, provas semestrais, trabalhos e apresentações devem ter a matéria dividida durante os dias. Não deixe tudo para a última hora!

É muito importante que você esteja atento a isso, já que cada pessoa faz o seu plano de estudos com base nas suas necessidades e horas disponíveis, apenas desta forma você conseguirá ver que os resultados dessa organização são bons não só para os estudos, mas para a vida. Afinal, uma rotina organizada te deixa mais produtivo e pronto para encarar os desafios da escola e do dia a dia.

Viu só, o nosso plano é praticamente um coaching em forma de ferramenta ;), lindo que só! Agora dá só uma olhada na próxima.

 

2. COMECE PELO BÁSICO, BEBÊ!

Por acaso você já viu bebê andando antes de engatinhar? Se sim, ora ora, temos aqui um Chuck Norris, ahahah Então, fora isso, todo bebê precisa primeiro engatinhar para depois andar. E vou te contar um segredo: no estudo é a mesma coisa.

Ou seja, não adianta estudar matemática a partir de equações de segundo grau se você não entendeu o conceito do primeiro. Não vale decorar fórmulas ou equações que trabalham com duplo sinal negativo sendo que você não entendeu como realizar a combinação dos sinais.

Antes de continuar com os estudos, você precisa dominar os princípios básicos — como potências, uso de parênteses, colchetes e chaves, as 4 operações principais e as características de figuras geométricas. Lembre-se: eles serão cobrados durante o decorrer da matéria e retomados constantemente. E não ter total compreensão sobre eles, é um erro drástico, por isso, não vacile!

Uma dica legal é realizar exercícios que fixem os assuntos e fortaleçam a memória, sem que você perca tempo com algo que poderia ser mais fácil enquanto faz uma prova de tempo limitado ou termina a lição de casa. Não postergue esse comecinho para não perder tempo!

Vai fundo que você vai longe! 😉

 

3. CONCEITO DOMINADO E MEMÓRIA TREINADA SÃO TUDO 

Agora que entendeu os princípios básicos, você já está pronto para voar, meu bem. Com certeza o seu nível de segurança está espetacular, mas calma, isto é só o começo. rssss. Depois de entender os princípios de base, você precisa focar em outros conceitos que foram e estão sendo apresentados durante as aulas, – sim, pode parecer infinito, então dá uma meditada antes e se joga. E tenha certeza que eles serão cobrados em provas bimestrais e semestrais sempreeeeee, pois são muito importantes para o Enem e outros vestibulares.

E para entender toda a matéria, é bom seguir o plano de estudos de acordo com a frequência das aulas e andamento do semestre, partindo das recomendações do professor.

Se você quiser, dá uma testada básica na divisão de matérias e horas para estudar matemática de acordo com os tópicos com os quais você tem mais dificuldade — se achar que precisa de mais ou menos tempo, adapte o planejamento, ;). Mas lembre: o importante aqui é fixar os conceitos pouco a pouco, garantindo que o semestre flua lindamente.

 

4. TREINE, TREINE E TREINE

“Quem treina os males da prova espanta”, um dos ditados mais clássicos que acabei de adaptar, e se quiser, dissemine –o hehehe. Mas a ideia que quero te dar é que o grande segredo para estudar matemática está na mistura de teoria e prática. Afinal, não adianta decorar fórmulas e não conseguir aplicá-las, ou entender o conceito e, em uma questão um pouco diferente, travar e ficar quebrando a cabeça. Saiba também de mais uma coisa, meu anjo:  a prática leva à perfeição.

Agora que você está craque na compreensão da teoria, siga os próximos passos:

  • Faça exercícios complementares para ajudar a fixar os usos;
  • Retome as lições e exemplos passados em aula;
  • Aumente seu repertório com exercícios similares a partir de outras interpretações;
  • Prepare-se para cobranças futuras.

 

5. SAI DA BAD E APRENDA COM O ERRO

Errar é humano, então relaxa, com certeza você já ouviu isso de diversas formas, mas é real. Então pare de remoer e apenas aprenda, porque diferente da flecha atirada, a oportunidade do Enem volta no ano que vem. Sim, eu sei que é mais um ano de luta, mas essas coisas fazem parte da vida. Se você conferiu o gabarito e ficou #chateado com o resultado, o que resta é segurar o choro e continuar treinando.

Outro ponto é que aprender com os erros impede que eles sejam repetidos e é essencial para te tornar ainda melhor. Por isso, também não ignore o que errou. O ideal é:

  • Rever o anunciado e sua interpretação;
  • Reler o desenvolvimento da resposta (muitas vezes são errinhos bobos);
  • Buscar opções teóricas para chegar na solução ideal;
  • Pedir ajuda se não conseguir encontrar a resposta sozinho.

É isso, amore, não se sinta desmotivado com os erros, enxergue-o como uma oportunidade para entender melhor aquele assunto e para não cometer mais deslizes parecidos. <3

 

6. USE FERRAMENTAS PARA APOIO

Ora, para que raios serve uma ferramenta de apoio, se não para: apoiarrrrrr? Então use e abuse delas, elas são as salvações da era digital. Agradeça por ter nascido neste mundo repleto de tecnologia, onde as ferramentas se multiplicam da mesma forma que suas notas depois que você começa a usá-las. 😉

Para se ter uma ideia, muitas escolas oferecem materiais didáticos com sugestões de exercícios extras e apostilas para treino e alguns professores vivem passando tarefas adicionais, fórmulas decoradas com trocadilhos ou músicas para atrair nossa memória, em todas as matérias, seja matemática, português e biologia.

Agora, além das opções ligadas à escola, aproveite sua facilidade com a tecnologia e invista em:

  • Videoaulas;
  • Veja também nossos exercícios por níveis de dificuldade;
  • Tira-dúvidas 24h.

Todas as ferramentas de apoio — principalmente as que você tem facilidade em manipular — são ótimas para ajudar nos estudos. Além de tudo, elas são didáticas e apresentam modos diferentes de introduzir conceitos e exercícios, tirando o estudante de sua zona de conforto.

 

7. DÚVIDAS FORAM FEITAS PARA SEREM ESCLARECIDAS

A gente sabe que sempre bate aquela vergonha na hora de tirar dúvidas, levantar a mão no meio da sala e falar com o professor. No entanto, caso você guarde questionamentos, haverá déficits nos próximos assuntos, no desenvolvimento das provas e no aprendizado em si.  Então por favor, tá na hora de ficar meio sem vergonha, não? Afinal, é seu futuro que está em jogo. Levanta a mão, pergunte, pergunte e pergunte, dá um grito se for preciso, faz um falsete maneiro e aproveita, amore, pois pelo menos você tem alguém que atura isso tudo para esclarecer suas dúvidas.

Estudar matemática é um processo que depende do passo a passo, com conceitos conectados que vão se acumulando durante o percurso da matéria. Assim, se você guardar uma única dúvida, ela voltará para te assombrar em outra etapa da matéria, prejudicando seu desempenho e sua força de vontade.

Como para tudo há mais de uma solução, a dica aqui é não se prender. Se você não quer tirar as dúvidas durante a aula, tente chamar o professor no finalzinho do período ou procurá-lo no intervalo.

Caso você não consega nem com os professores presenciais, e ficou sem muito tempo para tirar suas dúvidas, fique sabendo que aqui no Explicaê temos um Tira-Dúvidas 24h, que você pode mandar qualquer pergunta referente aos seus estudos. Temo uma equipe toda atenta para te dar aquela força extra!

Seguindo essas dicas para estudar matemática, você verá como os resultados e suas notas irão lá para cima!

 

Resuminho do amor

  • Com um plano de estudos você se organiza e visualiza melhor os assuntos que precisa estudar, revisar e tudo mais.
  • Pra aprender matemática, comece pelo básico. É muito mais complicado você, por exemplo, estudar equação sem entender direito as regras dos sinais.
  • Treine e muuuuuito. Quanto mais você praticar resolvendo exercícios e apostilas, mais craque nos números você vai ficar!
  • Aprenda com os erros. Não adianta ficar desesperado e achar que nunca vai aprender. Você consegue! Errou? Se concentre e tente de novo 🙂
  • Existem diversas ferramentas que ajudam muito a vida dos vestibulandos. Então, procure as que mais você acha que te ajudam e use e abuse delas!
  • Nunca jamais na vida deixe as dúvidas para lá. Tire toda e qualquer dúvida que surgir com seus professores ou até no nosso Tira-dúvidas que te responde em até 24h!
  • Não procrastine! Leia esse ebook para saber como. 
Comentários